Papa abre a Porta Santa; começa o Jubileu da Misericórdia
Cidade do Vaticano (RV) – “Atravessar hoje a Porta Santa nos compromete a adotar a misericórdia do ...
Carta do Bispo Dom Pedro Carlos Cipollini a todos os Diocesanos
Santo An­dré, 11 de no­vem­bro de 2015 Aos Pres­bí­te­ros e Diá­co­nos, Re­li­gi­o­sos, Re­li...
Di­o­cese agra­de­cida a Dom Nel­son, aco­lhe com ale­gria Dom Pe­dro, seu novo pas­tor
A Di­o­cese de Santo An­dré aco­lheu na tarde deste do­mingo (26/07) seu quinto bispo. A posse canô­...
Men­sa­gem de Dom Pe­dro aos Di­o­ce­sa­nos
“ Em nome de Je­sus ” (Cl 3,17), ve­nho até vo­cês ama­dos ir­mãos e ir­mãs da Di­o­cese de San...
TEMOS BISPO!
Com alegria comunicamos a nomeação de Dom Pedro Carlos Cipolini como 5º Bispo da Diocese de Santo ...
História de Santa Rita de Cássia
Cardeal Orani João Tempesta Arcebispo de São Sebastião do Rio de Janeiro (RJ) Rita nasceu por volt...
Mãe: a que "primeira” no amor e serviço
Dom Roberto Francisco Ferreria Paz Bispo de Campos (RJ) O Papa Francisco na Encíclica Evangelium Gau...
Conheça o projeto: Reforma Política
O projeto de iniciativa popular da Coalizão pela Reforma Política Democrática e Eleições Limpas apre...
Tempo de Penitência
Cardeal Orani João Tempesta Arcebispo de São Sebastião do Rio de Janeiro (RJ) Começamos o tempo qu...
Campanha da Fraternidade - 2015
Com o tema “Fraternidade: Igreja e Sociedade” e lema “Eu vim para servir” (cf. Mc 10, 45), a  Campan...

Men­sa­gem de Dom Pe­dro aos Di­o­ce­sa­nos


Em nome de Je­sus” (Cl 3,17), ve­nho até vo­cês ama­dos ir­mãos e ir­mãs da Di­o­cese de Santo An­dré, para sau­dar a to­dos com um abraço fra­terno. Dirijo-me a to­dos vo­cês, mem­bros desta Igreja que está nos mu­ni­cí­pios de Santo An­dré, São Ber­nardo, São Ca­e­tano, Di­a­dema, Mauá, Ri­bei­rão Pi­res e Rio Grande da Serra. Saúdo to­das as au­to­ri­da­des cons­ti­tuí­das no po­der le­gis­la­tivo, ju­di­ciá­rio e exe­cu­tivo. Dirijo-me fra­ter­nal­mente às pes­soas de boa von­tade, que mesmo não co­mun­gando a fé ca­tó­lica, tra­ba­lham pelo bem do pró­ximo e cons­tru­ção de uma so­ci­e­dade justa e fra­terna.

Deus sem­pre nos sur­pre­ende, como diz o Papa Fran­cisco. Surpreendeu-me com a no­me­a­ção para ser vosso novo Bispo. Com o co­ra­ção nas mãos quero fa­lar de co­ra­ção a co­ra­ção pois, para vós sou bispo mas con­vosco sou cris­tão que busca cum­prir a mis­são.

A Di­o­cese de Santo An­dré é que­rida e des­ta­cada na Igreja do Bra­sil por sua his­tó­ria e atu­a­ção em fa­vor do Reino de Deus, na Re­gião Me­tro­po­li­tana da Grande São Paulo, a Re­gião do ABC; Neste lo­cal que é por as­sim di­zer o cen­tro in­dus­trial de nosso País. Saúdo o Sr. Car­deal Ar­ce­bispo e os bis­pos da Pro­vín­cia Ecle­siás­tica de São Paulo e Sub-Regional. São meus ir­mãos que­ri­dos.

A tra­je­tó­ria bo­nita e atu­ante, os gran­des bis­pos que por aí pas­sa­ram, o em­pe­nho do pres­bi­té­rio, diá­co­nos, se­mi­na­ris­tas, re­li­gi­o­sos, re­li­gi­o­sas e con­sa­gra­dos in­se­ri­dos nesta Igreja, e a força da atu­a­ção dos cris­tãos lei­gos e lei­gas, dis­cí­pu­los e mis­si­o­ná­rios do Evan­ge­lho, tes­te­mu­nham uma Igreja ma­dura nos seus 60 anos de ca­mi­nhada. Igreja que deve con­ti­nuar avan­çando sem­pre mais, unida e sem medo de lan­çar as re­des em águas mais pro­fun­das.

Uma sau­da­ção es­pe­cial aos pa­dres que for­mam o que­rido Pres­bi­té­rio: “vós sois tes­te­mu­nhas do so­fri­mento de Cristo e par­ti­ci­pan­tes da gló­ria que vai ser re­ve­lada” (1Pd 5,1). Con­tem co­migo, as­sim como es­pero po­der con­tar com vo­cês! Saúdo a to­dos com afeto de pai, ir­mão e amigo.

Pe­rante to­dos vo­cês, di­o­ce­sa­nos, eu ve­nho, “em nome de Je­sus”, para amar e ser­vir na fun­ção que mis­te­ri­o­sa­mente me foi con­fi­ada, não por meus mé­ri­tos, mas pela in­fi­nita graça e mi­se­ri­cór­dia de Deus. Sei que Deus es­co­lhe o fraco e des­pre­zí­vel, para fa­zer bri­lhar uni­ca­mente o seu po­der. Sinto-me re­al­mente pe­queno e li­mi­tado, di­ante da gran­di­o­si­dade desta Igreja e da mis­são a re­a­li­zar. Mas as­sim como São Paulo, sinto o Se­nhor dizer-me: “Não te­nhas medo…nesta ci­dade há um povo nu­me­roso que me per­tence” (At 18,9).

En­quanto o Sr. Nún­cio, comunicava-me que o Papa Fran­cisco, a quem saúdo re­ve­rente, ti­nha me no­me­ado para ser o 5º bispo de Santo An­dré, e encorajava-me a acei­tar a mis­são, su­pli­quei a Deus e senti que, o aban­dono cons­ci­ente à sua von­tade tem uma força que ins­pira co­ra­gem. Con­fio no apoio do amado ir­mão Dom Nel­son Wes­trupp, que impôs as mãos so­bre mim na or­de­na­ção epis­co­pal, eu o quero muito bem e o saúdo com afeto. Como bispo emé­rito con­ti­nu­ará con­tando com nosso apoio, ca­ri­nho e ad­mi­ra­ção.

Con­fio na ajuda de to­dos vo­cês, ir­mãs e ir­mãos lei­gos que, pelo ba­tismo, são cha­ma­dos à san­ti­dade. An­te­ci­pa­da­mente agra­deço a ca­ri­dade que ti­ve­rem para co­migo.

Ve­nho para amar e ser­vir em nome de Je­sus na en­trega sin­cera de mi­nha po­bre vida. De agora em di­ante vo­cês são a mi­nha Igreja e Fa­mí­lia, à qual o Se­nhor me en­via para ser­vir como pai e pas­tor, mi­nha “fa­mí­lia, mo­rada de Deus, edi­fi­cada so­bre o fun­da­mento dos após­to­los e pro­fe­tas, do qual é Cristo Je­sus a pe­dra an­gu­lar” (Ef 2,19 – 20). Quero ser para to­dos o amigo certo nas ho­ras in­cer­tas, o bom pas­tor se­gundo o co­ra­ção de Cristo Je­sus. Me aju­dem!

No co­ra­ção do Evan­ge­lho está a men­sa­gem do Reino de Deus: ”Só o Reino é ab­so­luto, e faz com que se torne re­la­tivo tudo o mais que não se iden­ti­fica com ele” (Paulo VI - EN 8). Con­clamo nossa Igreja para que con­ti­nue de­di­cada à mis­são em fa­vor do Reino, con­ser­vando o te­souro da fé re­ce­bida dos após­to­los. A Igreja é se­mente do Reino de jus­tiça, paz e vida para to­dos (Vat. II — LG 5), ela tem como fi­na­li­dade, sua im­plan­ta­ção. As­sim pro­ce­dendo sa­be­mos que tudo o mais nos será dado por acrés­cimo (cf. Mt 6,33)

Va­mos ca­mi­nhar jun­tos pois o amor de Cristo nos uniu. Per­ma­ne­ça­mos uni­dos neste amor e não só reu­ni­dos. A união faz a força que vence o mal pelo bem. Aos po­bres e so­fre­do­res, aos que es­tão sem es­pe­rança, meu ca­ri­nho e con­forto. Em nome de Je­sus em nome de Je­sus es­ta­re­mos con­vosco. Co­ra­gem!

Muito me ale­grei quando soube ser Nossa Se­nhora do Carmo pa­dro­eira da Ca­te­dral. A ela sou con­sa­grado. Tem sido para mim, mãe, pro­te­tora e mo­delo de fé e es­pe­rança. Con­fio a ela mi­nha mis­são como Bispo de Santo An­dré. Por Ma­ria Deus nos deu o maior te­souro: Je­sus, Ca­mi­nho Ver­dade e Vida. Que ela in­ter­ceda por nós.

Ao saudar-vos, já levo a to­dos no co­ra­ção. “Peço que lu­tem co­migo nas ora­ções que vo­cês di­ri­gem a Deus em meu fa­vor” (Rm 15,30). Nos en­con­tra­re­mos dia 26 de ju­lho, um do­mingo, data já mar­cada para a posse em co­mum acordo com Dom Nel­son.

Aben­çoo a to­dos. Co­ra­gem! Que a paz, ale­gria e a graça do Se­nhor Je­sus Cristo es­te­jam com vo­cês.

+ Dom Pe­dro Car­los Ci­pol­lini

Bispo Eleito de Santo André-SP



Fonte: Diocese de Santo André


27/05/2015

Imprimir Enviar por email